Esquizofrenia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Esquizofrenia

Mensagem por Admin em Seg Out 31, 2016 8:34 pm

Esquizofrenia é um distúrbio mental caracterizado por comportamento social fora do normal e incapacidade de distinguir o que é ou não real. Entre os sintomas mais comuns estão delírios, pensamento confuso ou pouco claro, alucinações auditivas, diminuição da interação social e da expressão de emoções e falta de motivação. As pessoas com esquizofrenia apresentam muitas vezes outros problemas de saúde mental, como distúrbios de ansiedade, depressão ou distúrbios relacionados com o consumo de substâncias nocivas. Os sintomas geralmente manifestam-se de forma gradual, desde o início da idade adulta, e permanecem durante um longo período de tempo.

As causas da esquizofrenia incluem fatores ambientais e genéticos. Entre os possíveis fatores ambientais estão o crescimento em ambientes urbanos, o consumo de cannabis, determinadas infeções, a idade dos pais e má nutrição durante a gravidez. Entre os fatores genéticos estão uma série de variantes genéticas comuns e raras. O diagnóstico tem por base a observação do comportamento da pessoa, a descrição que faz das experiências pessoais e o seu contexto cultural. À data de 2013 ainda não existia um teste específico. A esquizofrenia não implica ter "personalidade dupla" ou várias personalidades, condições com as quais é confundida na perceção do público em geral.

O tratamento comum consiste em medicamentos antipsicóticos a par de aconselhamento, formação profissional e reabilitação social. Não é ainda claro se são mais eficazes antipsicóticos típicos ou atípicos. Em pessoas que não mostram sinais de melhora com outros antipsicóticos pode ser usada clozapina. Nos casos mais graves, em que existe risco para a própria pessoa ou para os outros, pode ser necessário recorrer a internamento hospitalar involuntário, embora atualmente os internamentos sejam mais curtos e menos frequentes em relação ao passado.

A esquizofrenia afeta entre 0,3 e 0,7% da população mundial em determinado momento da vida. Estima-se que em 2013 tenha havido 23,6 milhões de casos em todo o mundo. A doença é mais comum entre homens do que em mulheres. Cerca de 20% das pessoas apresentam melhorias e algumas recuperam por completo. É comum que a esquizofrenia seja acompanha por problemas sociais, como desemprego de longa duração, pobreza e viver na condição de sem-abrigo. A esperança de vida média das pessoas com a doença é de 10 a 25 anos mais curta do que a média. Isto é resultado da acentuação dos problemas de saúde físicos e de uma maior taxa de suicídio (cerca de 5%). Estima-se que em 2013 tenham morrido 16 000 pessoas de comportamentos relacionados com, ou causados por, esquizofrenia.

Admin
Admin

Mensagens : 12
Data de inscrição : 31/10/2016
Idade : 28

Ver perfil do usuário http://soucomotu.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum