Anorexia nervosa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Anorexia nervosa

Mensagem por Admin em Ter Nov 01, 2016 2:33 pm

Anorexia nervosa, muitas vezes referida simplesmente como anorexia, é um distúrbio alimentar caracterizado por peso abaixo do normal, receio de ganhar peso, uma vontade intensa de ser magro e restrições alimentares. Muitas pessoas com anorexia vêm-se a si próprias com sobrepeso, apesar de na realidade apresentarem baixo peso. Ao serem confrontadas, geralmente negam existir um problema de baixo peso. Em muitos casos pesam-se frequentemente, ingerem apenas pequenas quantidades de alimentos e comem apenas determinados alimentos. Algumas realizam exercício de forma excessiva, forçam o vómito ou ingerem laxantes para perder peso. Entre as complicações da doença estão, entre outras, osteoporose, infertilidade e problemas cardíacos. As mulheres muitas vezes deixam de ter períodos menstruais.

A causa é desconhecida. Alguns componentes genéticos podem ter um papel na doença, assim como fatores culturais, uma vez que a prevalência da doença é maior em sociedades que valorizam a magreza. Ocorre ainda com maior frequência entre pessoas envolvidas em atividades que valorizam a magreza, como entre atletas de competição de alto nível, modelos e dançarinos. A anorexia tem muitas vezes início na sequência de uma alteração significativa na vida ou de um evento que induza stresse. O diagnóstico da doença requer um peso significativamente baixo. A gravidade tem por base o índice de massa corporal (IMC). Os adultos com anorexia leve apresentam um IMC superior a 17, com anorexia moderada um IMC entre 16 e 17, com anorexia grave um IMC entre 15 e 16 e com anorexia crítica um IMC inferior a 15. Em crianças é muitas vezes usado um IMC inferior ao percentil 5.

O tratamento da anorexia consiste em devolver à pessoa um peso saudável, no tratamento dos problemas psicológicos que lhe estiveram na origem e em fazer face aos comportamentos que promovem o problema. Embora os medicamentos não ajudem a ganhar peso, podem ser usados para tratar a ansiedade ou depressão associados à doença. Alguns tipos de psicoterapia podem ser úteis, incluindo abordagem de Maudsley e terapia cognitivo-comportamental. Por vezes é necessário dar entrada no hospital para recuperar o peso. As evidências dos benefícios do uso de sonda nasogástrica são ainda pouco claros. Enquanto algumas pessoas apresentam apenas um único episódio e recuperam, outras podem apresentar vários episódios de anorexia ao longo dos anos. Muitas das complicações melhoram ou resolvem-se ao recuperar o peso normal.

Estima-se que em 2013 a anorexia afetasse dois milhões de pessoas. Em países ocidentais, estima-se que afete 0,9% – 4,3% das mulheres e 0,2% – 0,3% dos homens em algum momento da vida. Em cada ano são afetadas 0,4% das mulheres jovens, sendo dez vezes menos comum em homens. Os dados nos países em desenvolvimento são pouco claros. A anorexia tem geralmente início durante a adolescência ou na fase de jovem adulto. Não é ainda claro se o aumento de diagnósticos durante o século XX se deveu a um aumento da frequência ou se se deve simplesmente ao melhor diagnóstico. Em 2013, a doença foi responsável pela morte de 600 pessoas em todo o mundo, um aumento em relação Às 400 em 1990. Os distúrbios alimentares também aumentam o risco de morte por várias outras causas, incluindo suicídio. Cerca de 5% das pessoas com anorexia morrem de complicações num prazo de dez anos. O termo "anorexia" foi usado pela primeira vez por William Gull em 1873.

Admin
Admin

Mensagens : 12
Data de inscrição : 31/10/2016
Idade : 28

Ver perfil do usuário http://soucomotu.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum